Autorais
Comments 2

Somos cíclicas: como aceitar e enfrentar o ciclo menstrual naturalmente

Mulheres não são educadas para aceitar seu ciclo menstrual com naturalidade: tomamos pílulas, remédios para dor, falamos a todo o momento o quanto odiamos menstruar e, como se não bastasse isso, acreditamos e reproduzimos que menstruação é algo nojento.

Acontece que a menstruação é, na verdade, além de uma limpeza necessária ao útero, uma oportunidade mensal de autoconhecimento e conexão com o nosso interior. Trata-se de um chamado orgânico do corpo feminino para recolhimento e introspecção.

Somos cíclicas.

Uma mulher que toma consciência do próprio ciclo e das energias inerentes  contidas nele , aprende  a perceber um nível de vida que vai mais além do visível , mantém um vinculo intuitivo com as energias da vida , o nascimento e a morte ,  Sente a divindade dentro da terra e de si mesma. – Miranda Gray em “Lua vermelha – os dons do ciclo menstrual”

Como, no entanto, enfrentar esse período de maneira consciente e leve?

O primeiro passo é, sem dúvidas, aceitá-lo – compreender que, embora atualmente possa ser evitada, a menstruação é benéfica ao nosso corpo e espírito: leva a morte, o lixo, o que já não nos serve, e assim abre espaço para o novo. Nos incentiva à auto-observação, fazendo com que meditemos sobre nossos sentimentos e ações.

Compartilho também algumas dicas que podem ajudar a amenizar os efeitos da TPM e das cólicas natural e confortavelmente.

Alimentação

A alimentação será sempre o melhor remédio para qualquer desconforto ou doença. Se você se alimenta de maneira saudável, o seu corpo será saudável, isso é básico.

Por que, então, muitas pessoas saudáveis contraem doenças?

Porque, muito provavelmente, essas pessoas comem carnes e muitos produtos industrializados, cheios de conservantes e açúcares – isso não é saudável e muito menos natural. Quanto mais próxima a sua comida estiver da natureza, tanto melhores serão seus efeitos no corpo.

O que comer durante o período menstrual?

Três nutrientes são muito importantes durante esse período: magnésio, cálcio e potássio.

Uma quantidade absurda de pessoas tem deficiência de magnésio no organismo, o que é preocupante, visto que o magnésio tem uma atuação fundamental no sono, na redução da ansiedade, nas dores de cabeça e também nas cólicas menstruais.

Alimentos que contêm magnésio: Espinafre, banana, amêndoas, castanhas, feijão, chia, abacate, lentilha.

A combinação do cálcio com o magnésio reduz, significativamente, as cólicas menstruais. Os alimentos ricos em cálcio e magnésio devem ser consumidos de forma complementar, a fim de que seu organismo tenha quantidades suficientes de ambos.

Alimentos que contêm cálcio: brócolis, laranja, amêndoas, tofu, aveia, couve.

Além disso, organismos com baixo nível de potássio tendem a ter mais cólicas menstruais. Esse mineral abranda as contrações musculares e, portanto, quando equilibrado no organismo, alivia a sensação de cólica.

Alimentos que contém potássio: cenoura, batata doce, espinafre, cogumelos, tomate, banana.

A importância de uma alimentação vegana

Por experiência própria, posso dizer que desde que me tornei vegana meu ciclo menstrual mudou significativamente. Tanto as cólicas reduziram quanto o estresse e os nervosismos causados pela TPM – eles não foram anulados, até porque tudo faz parte do processo.

Mulheres veganas realmente enfrentam menos dores e desconfortos durante o ciclo menstrual. Se quiser ler mais sobre isso, esse link tem um post bem completo.

Frutas e vegetais contêm todos os elementos de que o nosso corpo precisa e, dessa forma, uma dieta  vegana equilibrada provê magnésio, cálcio e potássio.

Yoga – 6 asanas para aliviar a dor

A prática de yoga é eficiente para muitas coisas, como tonificação muscular, alívio de dores e concentração.

Para aliviar os desconfortos do período menstrual, você pode (e deve) praticar essas seis poses. Eu, particularmente, seguro as poses por 8 respirações, ou enquanto sinto a tensão muscular sendo aliviada.

1. Extensão para a frente

paschimottanasana

2. Bebê

maxresdefault

3. Flexão para a frente

hpforwardbend2

4. Postura do vento

17-knees to chest pose yoga-thinkstockphotos-472171955

5. Vaca/gato

yoga-poses-cat-cow-back-stretch-pose

6. Postura sentada em ângulo com uma perna

image_iphone

Para além dessas dicas, você pode ainda recorrer aos chás – gengibre é uma boa opção.

Nós somos tanto mais que o nosso corpo! Mas isso não significa que cuidar dele não seja essencial. Mulheres são lindas – de todas as formas, cores e tamanhos. Cuidar da casca em que habitamos (tão brevemente) é demonstrar gratidão por esse instrumento com que o Universo nos presenteou.

Nutrir o corpo com o que ele precisa evita qualquer doença, a gente só precisa ter paciência para deixar a natureza fazer seu trabalho, e persistência para auxiliá-la como pudermos.

Espero ter ajudado. Se tiverem perguntas, dúvidas ou contribuições, comentem! <3

This entry was posted in: Autorais

by

Eterna aprendiz enquanto terrestre. Escrevo sempre que posso, cuido das obrigações nas horas vagas.

2 Comments

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.