All posts filed under: Artigos

Democracia e responsabilidade: a falência do direito penal

O sistema penal brasileiro enfrenta uma situação bastante delicada: a realidade (tanto processual como carcerária) apresenta profundas desconformidades em relação ao que a legislação proclama. Muito embora o direito penal seja fundado a partir de processos democráticos, ele não vem obtendo os resultados a que, em tese, se propõe, especialmente em relação às diretrizes dos direitos humanos. Atualmente, o sistema penal parece se impor não para restaurar uma sociedade desestabilizada e transtornada pelo crime – este decorrente de fatores mais densos, como a falta de educação de qualidade e a miséria, por exemplo – mas tão somente para amortecer seus efeitos através da idealização (fantasiosa) de um “perfil criminoso”. Na prática, o poder punitivo do Estado é direcionado àqueles que, supostamente, são “maus” em essência. Não bastasse essa superficialidade, o direito penal reproduz, ainda, um conceito de justiça baseado na ideia de prêmio/castigo, preocupando-se em executar uma vingança que, na democracia, deixa de ser privada, mas passa a ser legalizada para o Estado. A responsabilização penal em uma sociedade Democrática A missão do Direito Penal …

Por que você deve ter uma carteira de estudante?

Se você é estudante, saiba que a carteira de estudante é um direito seu. Ela é oficial das entidades estudantis de nível nacional, a UNE, UBES e a ANPG. Mas pra quê serve esse documento? Bem, a carteira de estudante é o único comprovante aceito para que seja liberada a compra da meia entrada estudantil em shows, cinemas, jogos de futebol e demais eventos artísticos, esportivos e culturais. Como surgiu a Carteira de Estudante. A carteira de estudante surgiu depois que a Lei da Meia Entrada foi aprovada em 2013. Nela foi criada a CIE (Carteira de Identificação Estudantil) pela Lei Federal nº 12.933 A lei trata especificamente da meia entrada estudantil e prevê um modelo unificado nacionalmente pela Documento do Estudante, e regulamentada pela UNE ( União Nacional dos Estudantes). Como também pela Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) e pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI). Do mesmo modo, neste mesmo ano foi criado o “Estatuto da Juventude” (Lei Federal nº 12.852/2013) o qual assegura os …

Positividade a todo custo: um tóxico disfarçado

Nós somos um emaranhado de circunstâncias: mentais, psicológicas, espirituais e físicas. Somos, em nós próprios, uma circunstância. Temos um ou mais papeis a desempenhar dentro de outras circunstâncias embaralhadas entre si. Estas, por sua vez, também dotadas de aspectos igualmente complexos. Equilibrar cada uma das particularidades da conjuntura de elementos de que somos formados é, no mínimo, melindroso. Como sanar as dúvidas mentais se, simultaneamente, precisamos satisfazer carências psicológicas e compreender fatores espirituais enquanto provemos saúde ao nosso corpo físico? Não espanta que, frente às circunstâncias que vivemos na atualidade – os controles exercidos através do medo – pareça difícil manter-se positivo em qualquer situação. Você já se perguntou, no entanto, por que deveria manter a positividade sob qualquer condição? Há muita distorção na disseminação das informações acerca da elevação espiritual e das condições para que isso se torne possível. Se você está nesse caminho, não por acaso está lendo este texto. O chamado ‘movimento nova era’, segundo fontes confiáveis, constitui um mecanismo de controle mental disfarçado. Esse movimento prega que o seu pensamento deve …

AFOTS – uma nova forma de ativismo pelos animais + minha experiência

A ideia do AFOTS (animals first on the second) é empreender uma forma inovadora de ativismo para abolir a exploração animal: no segundo dia de cada mês, os ativistas fazem um jejum de 24h, em que consomem apenas água ou líquidos não calóricos, homenageando, assim, os animais que, antes de serem assassinados nos matadouros, não recebem nenhum tipo de alimento.

Essencialismo: 6 passos para aumentar a sua produtividade

Um dos maiores desafios que enfrentamos atualmente é a administração do nosso tempo: muitas coisas acontecem de modo muito rápido e concomitantemente; pode ser muito difícil conciliar todas as atividades que você precisa (ou acha que precisa) desempenhar com o tempo que você tem. Não raro, nos sentimos, ao mesmo tempo, excessivamente atarefados e improdutivos. Isso porque estar ocupado não é, necessariamente, sinônimo de ser produtivo. De modo geral, aliás, assumir mais compromissos do que estamos realmente aptos ou dispostos a atender, justamente nos torna ineficientes e frustrados. A chamada “lei do maior esforço” é altamente valorizada (e talvez até um pouco distorcida), especialmente nos ambientes profissional e estudantil. Acontece que não é uma verdade absoluta que aquele cujos esforços forem maiores, terá maior êxito.  Em realidade, o êxito depende de uma série de fatores, como o foco, a disciplina, a consistência e, principalmente, a escolha. Nesse sentido, o minimalismo ou essencialismo (termo utilizado por Greg McKeown em sua obra “Essencialismo – a disciplinada busca por menos”) proporciona um entendimento bastante peculiar: para obter mais, …

Alimentação inconsciente: por que preferimos não saber o que estamos ingerindo?

A alimentação é uma preocupação constante: os tópicos de nutrição e boa forma física nunca saem de foco; o Instagram interrompe nosso feed para mostrar como as pessoas influentes se alimentam, se exercitam e cuidam da pele e, os anúncios, por toda a parte, nos incentivam a perder 5 quilos em milagrosos 7 dias por meio de dietas restritivas. Existe uma cínica contradição que, no entanto, não ganha visibilidade. Os cuidados alimentares, embora obsessivamente preocupados com as calorias, são completamente desinteressados quando o assunto é a origem daquilo que se coloca no prato. Vegetal ou animal, natural ou industrializado – enquanto estivermos perdendo peso ou adquirindo massa magra ou, ainda, obtendo prazer momentâneo, isso não importa. Esse afastamento apático entre as pessoas e a origem de seu alimento tem motivos furtivos e consequências graves. Por que a origem daquilo que comemos perde a importância? Talvez você já tenha sido indagado com relação a consumir ou não produtos de origem animal. Pessoas que consomem carne e derivados animais, geralmente têm uma abordagem debochada ou defensiva quando …

Nutrição e alimentação VEG sem mimimi

Bom dia, boa tarde, boa noite! O tema nutrição e alimentação vegana e vegetariana é amplamente discutido (e divergente), variando entre opiniões fundamentadas em ciência e outras na indústria. Justamente diante dessa discrepância, hoje conto com a ajuda da Bruna Endl Bilibio, uma das nutricionistas do Nutrição Sem Mimimi, para desmistificar muitas das questões relacionadas à alimentação VEG e seu valor nutricioinal. É claro que o veganismo supera as questões nutricionais, visto tratar-se de uma ideologia, no entanto, acho muito importante conhecer, também, dessas questões, inclusive para que as práticas veganas, no que concerne à alimentação, sejam sustentáveis. Escolhas para além do ser VEG Pense que você é um escultor e irá trabalhar com argila. Todo toque, cobertura, detalhe é o que irá definir sua obra final. Mesmo inconscientemente, você passará grande parte do tempo cuidando desses detalhes para dar qualidade à sua obra, sendo que, cada minúsculo item será parte de sua escultura; você poderá incrementá-la com as melhores matérias primas, assim como as que não são tão boas assim. Do mesmo modo que a …