All posts filed under: Vida (d)escrita

AFOTS – uma nova forma de ativismo pelos animais + minha experiência

A ideia do AFOTS (animals first on the second) é empreender uma forma inovadora de ativismo para abolir a exploração animal: no segundo dia de cada mês, os ativistas fazem um jejum de 24h, em que consomem apenas água ou líquidos não calóricos, homenageando, assim, os animais que, antes de serem assassinados nos matadouros, não recebem nenhum tipo de alimento.

Alimentação inconsciente: por que preferimos não saber o que estamos ingerindo?

A alimentação é uma preocupação constante: os tópicos de nutrição e boa forma física nunca saem de foco; o Instagram interrompe nosso feed para mostrar como as pessoas influentes se alimentam, se exercitam e cuidam da pele e, os anúncios, por toda a parte, nos incentivam a perder 5 quilos em milagrosos 7 dias por meio de dietas restritivas. Existe uma cínica contradição que, no entanto, não ganha visibilidade. Os cuidados alimentares, embora obsessivamente preocupados com as calorias, são completamente desinteressados quando o assunto é a origem daquilo que se coloca no prato. Vegetal ou animal, natural ou industrializado – enquanto estivermos perdendo peso ou adquirindo massa magra ou, ainda, obtendo prazer momentâneo, isso não importa. Esse afastamento apático entre as pessoas e a origem de seu alimento tem motivos furtivos e consequências graves. Por que a origem daquilo que comemos perde a importância? Talvez você já tenha sido indagado com relação a consumir ou não produtos de origem animal. Pessoas que consomem carne e derivados animais, geralmente têm uma abordagem debochada ou defensiva quando …

Nutrição e alimentação VEG sem mimimi

Bom dia, boa tarde, boa noite! O tema nutrição e alimentação vegana e vegetariana é amplamente discutido (e divergente), variando entre opiniões fundamentadas em ciência e outras na indústria. Justamente diante dessa discrepância, hoje conto com a ajuda da Bruna Endl Bilibio, uma das nutricionistas do Nutrição Sem Mimimi, para desmistificar muitas das questões relacionadas à alimentação VEG e seu valor nutricioinal. É claro que o veganismo supera as questões nutricionais, visto tratar-se de uma ideologia, no entanto, acho muito importante conhecer, também, dessas questões, inclusive para que as práticas veganas, no que concerne à alimentação, sejam sustentáveis. Escolhas para além do ser VEG Pense que você é um escultor e irá trabalhar com argila. Todo toque, cobertura, detalhe é o que irá definir sua obra final. Mesmo inconscientemente, você passará grande parte do tempo cuidando desses detalhes para dar qualidade à sua obra, sendo que, cada minúsculo item será parte de sua escultura; você poderá incrementá-la com as melhores matérias primas, assim como as que não são tão boas assim. Do mesmo modo que a …

Está faltando espanto!

No início dos anos 2000, quando eu cursava o ensino fundamental, uma das principais temáticas trabalhadas na escola era a conscientização ambiental. Por conta disso, cresci, de fato, muito consciente: tomando banhos curtos, escovando os dentes com a torneira fechada, utilizando o carro somente quando necessário e, é claro, postando várias fotos do meu cachorro demonstrando o quanto o amo e o trato bem. Ao 21 anos, entretanto, tive acesso a muitas pesquisas e matérias que demonstraram que todos os meus esforços eram inúteis, e assim continuariam sendo, enquanto eu sustentasse, através dos meus hábitos, a indústria agropecuária. Isso porque a agropecuária é responsável por uma quantidade absurda de impactos ambientais, tais como o desmatamento, a emissão de gases poluentes e a utilização exacerbada de água para a fabricação de seus produtos. Além disso, ela explora sem escrúpulos a vida de outros seres, como se sua espécie definisse o grau de respeito que os humanos devem à sua existência. Diante dessas constatações, decidi que seria vegetariana e, um ano depois dessa decisão, me tornei vegana. …

Entenda o que é minimalismo e como ele pode transformar a sua vida

Alguma vez você já questionou profundamente os valores em que acredita e que defende? Já se indagou acerca dos propósitos que guiam suas ações, ambições e o seu trabalho? Aliás, há um propósito? Se você se permitir alguns momentos de atenção, vai perceber que, a todo momento, a televisão, as redes sociais, os vídeos, os filmes e, às vezes até os livros, estão nos advertindo e notificando sobre todas as coisas que, então, precisamos ter, a fim de nos sentirmos completos. O minimalismo vem mostrar que há outro espectro, através do qual você pode entender a vida – e que é totalmente livre e aberto para os seus ideais e desígnios. Contraposição ao consumismo Como insurgir ao consumo enquanto, a todo o momento, o mercado nos estimula – e nos ordena – a comprar? Estamos atentos aos nossos objetivos (materiais), ao passo que, uma ou outra vez, precisamos checar as redes sociais e, é claro, não podemos esquecer de manter uma boa forma. Aparentemente, não há tempo para ser feliz – aliás, acreditamos estar acumulando …